sábado, 16 de outubro de 2021

O luthier

Precisando manutenir meu violino, recebi a dica de um velho amigo: levar o instrumento a um experiente luthier.

Esse amigo é um grande professor de música e sei que ele sabe do que fala. Sua argumentação, como conhecedor dos mistérios da antiga arte das musas, é tão técnica quanto didática - própria de alguém que é músico e também professor. Como se precisasse de mais, li uma avaliação do serviço daquele luthier que me fora recomendado. A nota dizia que ele tinha mãos mágicas.

Portanto, certo de que meu instrumento estaria em ótimos cuidados, tratei logo de seguir o conselho do meu velho amigo.

Chegando lá, no atelier havia vários instrumentos em construção e alguns em conserto. Era ao mesmo tempo um berçário de instrumentos musicais e também um hospital de violinos, violões e violoncelos.

O senhor luthier me recebeu muito bem e prontamente tratou de assistir meu violino, a fim de avaliar quais reparos seriam necessários. 

Enquanto eu aguardava o seu exame, caminhava admirando o atelier, que era um oásis de madeira e verniz, agradáveis à visão e olfato.

Num canto da parede, palavras atraíram meu olhar. Numa lista dos serviços que eram prestados naquele estabelecimento, um deles dizia assim: Colocação da alma do violino.

Lendo isso, recebi a informação inicialmente com surpresa: Violinos têm alma? Mas não tive qualquer resistência em aceitar isso, pois parecia óbvio supor que um instrumento tão angelical quanto o violino tivesse alma. E se alguém neste mundo era capaz de colocar alma em um violino, esse alguém era aquele artesão de mãos mágicas.

Perguntei àquele homem se meu violino tinha alma. Ele respondeu afirmativamente: "Sim. Mas posso colocá-la melhor! E fora alguns reparos no braço dele, você poderá retirar seu violino em poucos dias."

E assim se fez. Após 6 dias retornei ao luthier, paguei pelo bom serviço e peguei o violino. Saímos de lá, meu violino e eu, ambos de alma renovada.

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Soneto de uma terça quente

O que há em mim sobretudo é o calor
E como distração só me resta compor.
Pouco importa sentir-se cansado,
Pior ainda é sentir-me suado. 

Que falta faz um ar condicionado,
Esse mormaço me deixa irritado!
Como pode alguém nesse inferno escrever
Com o cérebro que está prestes a ferver?

Amor é fogo que arde sem se ver,
Mas hoje está ardendo pra valer!
Quero ver o sol se afogando no mar

Na esperança desse calor dissipar;
Só posso pensar numa coisa e mais nada:
Alguém topa, na terça, uma breja gelada?




Escrito no interior de um ônibus, numa tarde muito quente!

terça-feira, 14 de setembro de 2021

Ouroboros (haikai)

O haikai ou haiku é um gênero de poesia japonesa. Suas características são: 1- Fazer referência a uma ou mais estações do ano (Primavera, Verão, Outono e Inverno); 2- Uma única estrofe composta de 3 versos (a métrica não entra aqui neste caso, mas deve ser observada nos haikais tradicionais); 3- A ideia de mudança, ciclo de nascimento-morte-renascimento (efemeridade x eternidade). 

O haikai é como uma fotografia que congela um momento (uma imagem) em palavras.

Foto tirada no terminal de ônibus














O sol da primavera destrói a fria estação
E as flores mortas outrora nos galhos sem cor
Renascem ao novo ciclo de gozo e dor.

Renan,  13/09/2021

(Poema haikai composto dentro do ônibus, em 40min de viagem)



Ouroboros - símbolo alquímico, representa o infinito.
O ciclo da vida.













Dicas:

Ouça as músicas das "Quatro Estações" de Vivaldi.

Assista ao filme coreano: Primavera, Verão, Outono, Inverno... E Primavera.

Leia o poema "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades" de Camões.

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Observação astronômica amadora

 Todas as fotos a seguir (exceto uma) são autorais e foram tiradas com:

- Celular 16 megapixels (aparelho fraco para captar a luz de estrelas e planetas);
- Binóculo 25x70 (aparelho muito bom para observação astronômica e terrestre).

 

Plêiades 

As Plêiades são um aglomerado estelar. A partir das 3 e 4h da manhã, nesta época do ano, estão visíveis na direção nordeste. Há muitas citações literárias sobre esse grupo de estrelas; desde hindus, romanos, persas, hebreus etc. Os gregos antigos usavam as Plêiades como exame de vista. A olho nu elas têm brilho fraco; formam um pequeno triângulo no céu apontando para a direita (leste). 


Conjunção:

Conjunção: Lua crescente e planeta Vênus, com binóculo



O planeta Vênus, no dia da conjunção.

Vênus é um planeta com altas temperaturas; com muitas nuvens, efeito estufa, chuva ácida e vulcões. Talvez por isso seja tão brilhante, mas não tem a aparência de um planeta quando visto por binóculo. Parece algo incandescente, como uma estrela. 

Já o planeta Júpiter revela um formato esférico perfeito quando visto por binóculo. Já postei aqui no blog fotos e vídeos dele, incluindo suas 4 principais luas. Procurem nas minhas postagens anteriores.


Saturno:


Saturno e seu anel (foto da internet)

Todos os dias vejo Saturno exatamente assim pelo binóculo, mas fotografar é complicado. Seria necessário uma câmera melhor do que a de um celular.


Lua cheia em 23 de julho.


Não é a melhor foto da lua que já consegui tirar, mas acho que ainda não tinha postado essa. As crateras são melhores de serem vistas quando há sombras na lua, o que não é o caso dessa foto porque ela estava totalmente cheia.


Dicas de vídeos científicos


O significado desta mensagem binária:



O paradoxo de Fermi e o Grande Filtro, apresentados de modo didático (muito fácil):



A equação de Drake, muito bem apresentada neste vídeo:

quarta-feira, 28 de julho de 2021

Dois poemas geniais de Camões

Ao Desconcerto do Mundo
 
Os bons vi sempre passar
No Mundo graves tormentos;
E para mais me espantar,
Os maus vi sempre nadar
Em mar de contentamentos.
 
Cuidando alcançar assim
O bem tão mal ordenado,
Fui mau, mas fui castigado.
Assim que, só para mim,
Anda o Mundo concertado.


Vocabulário:
desconcerto = desordem.



Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades
 
Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.


Vocabulário:
afora = além de.
mor = maior.
soía = pretérito imperfeito do verbo soer [soer = como de costume].


Luís Vaz de Camões  (século XVI)


Estátua na Praça Camões em Lisboa - Portugal.


sexta-feira, 16 de julho de 2021

História da Inglaterra e UK

 Da Pré-História à Idade Antiga:

- Britannia – habitada pelos bretões [povo celta orientado pelos druidas];

Festival druida em Stonehenge


 






Na Idade Antiga:

- Invasão romana – período provincial e cristianização;

- Invasões bárbaras – os anglos e os saxões [ambos povos germânicos];

 

Na Idade Média:

- Missões cristãs – para reforçar a fé na Igreja Romana nos reinos anglo-saxões;

- Invasões Vikings [povos escandinavos pagãos];

- Invasão normanda [Normandia-França].

 

A Grã-Bretanha é a grande ilha outrora habitada pelos bretões. Na maior parte da ilha está a Inglaterra [Terra dos Anglos; em inglês: England] que hoje faz parte do Reino Unido [United Kingdom], cuja capital é Londres. O sistema político é a monarquia parlamentarista.

 

As religiões que passaram pela Grã-Bretanha:

- Druidas – dentre os celtas, eram aqueles que orientavam as práticas jurídicas, filosóficas e religiosas [animistas].

- Cristãos – povos orientados pela fé em Jesus Cristo e na Igreja Romana, posteriormente dividida entre Católica e Ortodoxa, e mais tarde sofrendo movimentos reformistas protestantes, dividindo-se em várias denominações. Na Inglaterra, a primeira igreja criada pela reforma daquele país foi a Igreja Anglicana.

- Pagãos – povos adeptos do paganismo [politeístas]. Pagão significa “homem do campo”. Eles cultuavam deuses ligados às forças da natureza; como a terra, o trovão, o mar etc.

 

Línguas que passaram pela Grã-Bretanha:

- Celta;

- Baixo-alemão;

- Old English;

- Influências da cultura greco-latina [por meio da Igreja Romana];

- Língua nórdica antiga [viking];

- Influências do francês [normando].


A bandeira do Reino Unido (UK) é uma junção das bandeiras da Escócia, Inglaterra e de São Patrício, padroeiro da Irlanda.



 









Compõem o Reino Unido: Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte. Este último fica fora da ilha da Grã-Bretanha, estando numa ilha próxima e fazendo fronteira com a República da Irlanda pelo sul. 


Bandas de rock do Reino Unido: The Beatles, The Rolling Stones, The Animals, The Hollies, The Who, Cream, Pink Floyd, Led Zeppelin, Black Sabbath, Deep Purple, Yes, Genesis, Iron Maiden, Supertramp, Sex Pistols, The Clash, Joy Division, The Smiths, Dire Straits, Tears for Fears...


* As imagens são da internet, não são de minha autoria.

terça-feira, 13 de julho de 2021

Astronomia amadora

Clique na foto para ampliar. Abra o vídeo em tela cheia.


1- O planeta Saturno no sábado 10/07/2021 de madrugada, filmado com celular 16 megapixels e binóculo 20x70.




2- Sábado 10/07, final de tarde. Binóculo apontando para o planeta Vênus no oeste. 
















Na madrugada de domingo 11/07 pude observar a galáxia de Andrômeda, visível somente em noite sem lua, como era o caso, e estar afastado da poluição luminosa dos centros urbanos ajudou muito!


3- A lua crescente, no final da tarde de ontem, 12/07/2021. A conjunção de Vênus e Marte estava um pouquinho abaixo da lua, visível a olho nu, mas a nuvem encobriu os planetas nesta foto.















4- Conjunção dos planetas vista por binóculo. Marte acima e Vênus abaixo, em 12/07.















5- Um avião passando em frente a Marte durante a conjunção desse planeta com Vênus, em 12/07.





6- A Estação Espacial Internacional (ISS) visível a olho nu passando perto da lua em 12/07/2021.




7- Um satélite passando enquanto eu filmava o planeta Júpiter.





A observação astronômica amadora é possível de qualquer lugar: janela, terraço, quintal... E não precisa necessariamente ter algum equipamento. O olho nu e a curiosidade já garantem um bom espetáculo!



sexta-feira, 9 de julho de 2021

Planets through binoculars

 Planetas, estrelas e a lua vistos por binóculos


1- Mercúrio: planeta pequeno em relação a Vênus. É o mais próximo do sol. Nesta foto ele é a esfera vermelha. Ao seu lado direito, apareceu uma estrela.

Mercúrio e uma estrela (Mercury and a star) 


2- Vênus: é o segundo planeta mais próximo do sol. Tem quase o mesmo tamanho da Terra e é o planeta mais próximo a nós. Por isso, quando visível, tem um brilho muito forte, parecendo uma estrela. 

Vênus (Venus)



3- Marte: planeta muito menor do que Vênus e mais distante. Por isso aparece como um pontinho, mas é possível notar a sua cor avermelhada, que fica mais nítida ao vivo do que nesta foto.

Marte (Mars)



4- Júpiter: o maior planeta do nosso sistema solar. Sempre aparece rodeado de suas luas, invisíveis a olho nu. Com bons binóculos é possível ver até quatro luas de Júpiter. Nesta foto, três luas estão visíveis. A cada noite as luas de Júpiter estão em posição diferente.

Júpiter e suas luas (Jupiter and its moons)



5- Saturno: Ainda não consegui tirar uma boa foto de Saturno. Os seus famosos anéis são visíveis, apesar de a imagem ser bem pequena, mas em fotografia de celular a qualidade é muito reduzida em comparação à visão real. 

Saturno (Saturn)



Obs: Urano também é visível, mas só o vi uma vez e não fotografei. É um planeta muito distante e, mesmo com binóculo, não consegui ver sua cor azulada ou esverdeada. Mas ver Urano é uma experiência muito recente para mim. Talvez com o tempo eu consiga uma melhor visão desse planeta e até fotografá-lo.


6- Estrelas invisíveis a olho nu em centros urbanos. Estas estão próximas ao cinturão de Orion. 

Estrelas (stars)


Dica: se você tem bons binóculos, procure por aglomerados de estrelas. É uma visão sensacional, muito melhor do que nessa foto. Eu gostaria de fotografar o aglomerado estelar de Plêiades, que é lindo! Ou todas aquelas estrelas invisíveis que, com binóculo, aparecem ao lado direito do Cruzeiro do Sul; sendo uma das visões mais bonitas do céu noturno.


7- A lua: nesta foto ela está começando a sair da fase cheia. Com binóculos é possível notar, a cada fase da lua, crateras em diferentes lugares de sua superfície.

Lua (Moon)



Equipamento (equipment):

Tripé (tripod);
Binóculo (binoculars) 25x70;
Telefone celular (cell phone camera) 16 megapixels; 
Adaptador de celular para binóculos (cell phone adapter for binoculars).

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Fotos e vídeos do céu noturno

Algumas fotos e vídeos que fiz recentemente, com câmera de celular. 

Abra o vídeo em tela inteira. 

Clique na foto para ver em tamanho real. 


1- Vídeo: O planeta Júpiter e suas 4 luas galileanas (com binóculo):



2- Foto: Júpiter e suas 4 luas galileanas (com binóculo):

Ganímedes, a maior lua do nosso sistema solar, "acima" de Júpiter.




3- Foto: A lua no alto e o planeta Vênus se pondo entre as montanhas:

A olho nu



4- Vídeo: A Estação Espacial Internacional passando ao lado da lua:



A Estação Espacial Internacional [ISS] é um laboratório orbitando ao redor da Terra, tripulado por astronautas. Ela fica visível a olho nu, por alguns minutos no céu. Nessa filmagem, a luz vermelha piscando é um avião. Esse registro foi ontem, a partir das 18h27min em Vila Velha-ES.

sábado, 5 de junho de 2021

Estudar alemão

 Fases do estudo de alemão:

·         Fonética x escrita – Muito lógica, mais fácil que inglês! 😃

·         Três gêneros para decorar – Chato, mas okay!; 👍

·         Ordem rígida dos termos sintáticos – Sofri no início, mas aprendi. 😌

·         Muitas preposições – Isso é complicado em qualquer língua! 😒

·         Declinação – Isso não tem lógica !!! 😞😠👽






sexta-feira, 4 de junho de 2021

Revisão de conceito

Apresentarei aqui uma revisão de um conceito tradicional que julgo necessária e pertinente em seu campo de pesquisa. Como especialista e estudioso da linguagem, faz parte de minha alçada revisar palavras, termos, conceitos e definições [i.e: significantes e significados].

 

O termo geoide

 

A denominação de geoide para classificar o formato do planeta Terra não faz sentido em si mesma. “Geo” significa “Terra” em grego. Então, responder à questão “Qual é o formato da Terra?” com a resposta “Geoide” equivale a dizer que “O formato da Terra é o formato da Terra”, o que é uma falácia redundante e em nada ajuda a descrever o formato da Terra.

Segundo a definição da International Astronomical Union [IAU], um planeta é um corpo que orbita uma estrela, é grande o suficiente para que sua própria gravidade o deixe com forma redonda.

A Terra é um planeta. Logo, a forma da Terra é redonda, ou pensando em 3 dimensões, esférica.

Dizer que ela é esférica não é o mesmo que dizer que é uma esfera. Uma esfera é perfeita em proporções. Já “esférica” significa “forma esférica”, ou seja, lembrando uma esfera.

Portanto, a forma da Terra e de qualquer planeta é esférica. Ou ainda, podemos dizer que a Terra é esférica com achatamento nos polos. Esta me parece uma descrição mais precisa.

Concluo que o termo geoide, por sua total imprecisão já demonstrada, deveria ser esquecido e a palavra esférica fosse assumida como a que melhor caracteriza a forma da Terra e de qualquer planeta.

Auf gute Freunde

Tenho bebido de generosos cálices, mas sem brindar;

Tenho visto mais estrelas cadentes do que rostos;

Tenho lido mais pixels do que olhos e lábios;

Tenho ouvido mais canções nostálgicas do que gargalhadas.

E nada cantei! Porque ainda não é a hora certa.

Stay safe!

 

Renan,

Pandemia da covid-19 ano 2, centésimo quinquagésimo quarto dia.

Dia de Vênus.

sábado, 15 de maio de 2021

O que gosto em cada gênero

Como defino cada um desses gêneros textuais:

Narrativa de ficção - o poder da ficção de denunciar aspectos profundos da natureza humana.

Teatro - idem da narrativa de ficção, mas quando visto ao vivo, cada apresentação é uma experiência!

Poesia - nunca é ficção, mas razão e sentimentos bem dosados, postos à mesa da musicalidade.

Filosofia - o caminho que o raciocínio percorre para apresentar uma retórica bem construída. 

Psicanálise - uma filosofia com histórico de ciência experimental.

Psicologia - uma ciência com um pé na filosofia.

Mitologia - uma fantasia com múltiplas interpretações que refletem aspectos da natureza humana.


quarta-feira, 5 de maio de 2021

Quando devo citar um texto num trabalho acadêmico?

Quando devo citar textos de terceiros num trabalho de faculdade? E por quê?

Citamos um texto quando precisamos de um embasamento teórico ou técnico. Quando algum conhecimento foge de nossa alçada e precisa ser validado ou reforçado por um autor especialista naquele assunto abordado.


Exemplo 1: obrigatória citação e referências bibliográficas

Se meu trabalho é um resgate histórico das reformas ortográficas na língua portuguesa, obviamente devo pesquisar em vários autores, porque não vivi o suficiente para ver todas as reformas acontecerem e não sou um especialista no assunto.

Isso não quer dizer que vou apenas copiar textos de vários autores especialistas. Devo criar meu próprio texto com base nesses autores e citá-los para não incorrer em plágio.


Exemplo 2: facultativas a citação e as referências bibliográficas

Se meu trabalho é uma análise sobre um texto de outro autor, não preciso necessariamente citar, mas apenas mencionar que a minha análise é sobre o texto tal [título do texto] do fulano [nome do autor]. É desejável que essa obra apareça ao final do trabalho nas referências bibliográficas.

O texto da análise deve ser totalmente de minha autoria, por isso não há o que citar. 

Mas se eu copiar as palavras do autor cujo texto é analisado, colocarei entre aspas as palavras dele [citando-o], com a referência [página e ano] entre parênteses ao final dessa fala. 

E se for de meu agrado ou necessidade, posso incluir outros autores para promover uma intertextualidade. Neste caso, devo citá-los todos. E as obras aparecerão relacionadas nas referências bibliográficas ao final do meu trabalho.

Ou seja, sempre que usar das palavras de terceiros ou de suas ideias, mesmo que com minhas palavras, devo citá-los, direta ou indiretamente, conforme o caso.


Exemplo 3: não preciso citar

Quando o conhecimento utilizado para redigir o trabalho não exigir validação de especialistas ou informações técnicas que fogem da minha alçada. Ou seja, quando fica óbvio que posso falar com propriedade sobre aquele tema, porque ele faz parte de minha formação acadêmica ou notória experiência de vida.

Posso usar das ideias ou palavras de outros se quiser, para promover um debate, uma intertextualidade. Mas isso é facultativo. Porém, se o fizer, devo citar e referenciar.


Mais detalhes a seguir:

http://interludico.blogspot.com/2020/11/como-fazer-citacaoreferencia.html

Esse link leva a uma outra postagem [com texto explicativo e vídeo] para entender de uma vez por todas o que é citação direta e indireta e como fazer, além de outras normas técnicas. Informações resumidas e bem práticas!


Não custa lembrar: plágio é crime!

segunda-feira, 3 de maio de 2021

E se a língua portuguesa desaparecesse?

Se a língua portuguesa desaparecesse do mundo, 
o professor de Língua Portuguesa seria obsoleto?


Obviamente, a língua portuguesa [hoje entre os 5 ou 8 idiomas mais falados do mundo como língua nativa] não vai desaparecer. Mas proponho um exercício de imaginação, um cenário ficcional, similar a algumas narrativas de ficção científica ou do conto fantástico, para ilustrar um fato importante. 

Poderia usar de uma alegoria para isso, como o fez Platão com a caverna, mas a maioria das pessoas hoje absorve pouco de leituras filosóficas e literárias. Aliás, o mundo carece de leitores. Então serei didático, direto, claro e sem criatividade.

É evidente que existem professores e Professores. Em toda área, campo de estudo e profissão existe essa divisão. Mas tomo aqui o termo Professor de Língua Portuguesa como um ideal, com base no currículo do curso de Letras que prepara esse profissional para atuar com relevância e competência. E felizmente, isso se aplica aos profissionais de hoje no mercado, em sua maioria.

Se a língua portuguesa desaparecesse do mundo, a exemplo do que a acontece no filme Yesterday [quando a existência dos Beatles é apagada da história] o professor de Língua Portuguesa seria obsoleto? A resposta é não. 

O Professor de Língua Portuguesa não é apenas um professor de língua portuguesa. Esse profissional, com a devida formação acadêmica, é um sujeito essencial na formação e desenvolvimento da sociedade como um todo.

Então, se a língua portuguesa desaparecesse do mundo, como por um passe de mágica, ainda sobraria muita coisa para o Profissional de Letras fazer. Em qualquer outro idioma, ele ainda seria a autoridade:

- Do entendimento científico da estrutura da linguagem, da formação do raciocínio e de sua expressão verbal e não verbal, oral e escrita;

- De todos os ramos da Linguística, desde registros históricos - importantes para o campo da tradução - até a compreensão atual e de perspectivas para o futuro dos idiomas e de seu entendimento;

- Da história da Literatura, das teorias literárias e de interpretação textual e, portanto, da compreensão dos aspectos explícitos e também simbólicos mais importantes da nossa sociedade.

 

Em resumo, sem esse profissional o mundo mal compreenderia a si mesmo. O conhecimento que ele traz ultrapassa os limites do idioma, são conhecimentos válidos para todas as sociedades.

Vai muito, MUITO além de saber escrever corretamente e de se fazer compreender. Diz respeito ao pensamento, sua forma e estrutura; a entender o passado da humanidade e analisar cada aspecto de uma matéria-prima chamada LINGUAGEM, da qual todo campo de estudo e área de trabalho dependem no presente e dependerão no futuro. Sempre!


Se você entendeu isso ou já sabia disso, você entendeu o óbvio, e está de parabéns por entender o que hoje em dia poucos entendem.

Se você ainda não entendeu, isso mostra o quanto você e outros como você precisam de um Profissional de Letras.

Desculpe-me se soei arrogante nessa última parte, não foi minha intenção. Mas do nosso ponto de vista, como Professores, a arrogância vem de uma parte da sociedade que não reconhece o valor e importância desse Professor que leva a criancinha ao mundo adulto; inserindo cada indivíduo no mundo das Letras, dos símbolos, da significação, da abstração, do raciocínio, do conhecimento, do entendimento de si próprio e do mundo que o cerca. Sem isso, as relações humanas se tornariam impossíveis, ou no melhor dos cenários, caótica. 

domingo, 2 de maio de 2021

Astrofotografia com binóculos

Compartilharei hoje algumas fotos que fiz de eventos astronômicos, espaciais e atmosféricos de 2021.

Todas as fotos foram tiradas de um celular com câmera de 16 megapixels. 

O equipamento também inclui um binóculo astronômico de 25x70, um tripé de alumínio para estabilizar a imagem e um adaptador de celular para binóculo, o que permite alinhar e fixar a objetiva da câmera do celular na direção da objetiva da lente do binóculo.


1- A primeira Superlua do ano. (equipamento: todos os citados acima).

De 26 para 27 de abril de 2021.















2- A Estação Espacial Internacional visível sobre o Convento da Penha, monumento histórico e cartão postal de Vila Velha-ES. (equipamento utilizado: apenas o celular na mão).

14 de abril de 2021, por volta das 18h.















3- Nascer do sol em Vila Velha-ES, com vista para a fábrica de Chocolates Garoto. (equipamento: apenas o celular apoiado numa mureta).

Em Santa Inês, olhando para o leste, em 25 de abril de 2021.












4- A mesma paisagem de cima, mas na hora do pôr do sol (equipamento: idem da foto anterior)























5- O planeta Júpiter e uma de suas luas. (equipamento: todos os citados no início da postagem).















6- Júpiter e três de suas luas, alinhadas na vertical. (equipamento: todos os citados no início da postagem).

Hoje, 02/05/2021, domingo entre 3 e 4h da matina.














Nessa última imagem, Júpiter é obviamente o astro mais brilhante. As luas, na ordem de cima para baixo, são: Ganímedes, Europa e Calisto. A lua Io estava muito próxima a Júpiter e foi engolida pelo brilho do planeta, por isso não aparece na foto. Estas são as 4 luas descobertas por Galileu Galilei em 1610.

Estas duas últimas fotos foram MUITO difíceis de conseguir por câmera de celular. A imagem no binóculo é muito mais nítida e bonita. O registro fotográfico do céu noturno exige uma câmera profissional, ou pelo menos, uma bem superior à minha. Mas por enquanto, esse é o registro que me foi possível fazer.

segunda-feira, 19 de abril de 2021

2022

Início de 2022, a pandemia do coronova vírus acabou no Brasil. A floresta Amazônica entrou em processo de desertificação devido ao desmatamento para comércio ilegal de madeira e ampliação de pastos bovinos. O processo de desertificação é irreversível. A temperatura global aumentou demasiadamente. Os rios estão secando e a água potável começou a se extinguir mais rapidamente. Centenas de animais silvestres estão morrendo. O problema já é sensível no dia a dia em nível global. Os cientistas estão tentando recriar a floresta, mas não é tão simples como plantar uma árvore. As autoridades governamentais impõem sanções quanto ao uso de água potável: cada cidadão só pode usar 5 litros por dia, para beber e cozinhar. Lavar roupa, tomar banho e dar a descarga no vaso sanitário passaram a ser considerados não essenciais. As escolas são fechadas e as aulas acontecem apenas no sistema remoto. A maioria das indústrias dependia de água e eram as maiores consumidoras do mineral, mas agora estão fechadas por decreto e cercadas pelo exército, a fim de manter o racionamento. Os empregados foram forçados a entrar em férias coletivas e o governo estuda um plano de auxílio para as indústrias não os demitirem. Os telejornais noticiam a todo dia muitas pessoas morrendo por desidratação devido ao calor intenso e escassez de água. Em regiões mais pobres, pessoas morrem de sede. Centenas de corpos são levados a valas comuns todos os dias. A rede funerária entra em colapso. Corpos de seres humanos apodrecem em vias públicas. Manchetes: “Autoridades políticas e empresários descumprem racionamento e desperdiçam água com festa em piscina”. Milhares de animais silvestres aparecem mortos todos os dias. As aulas no sistema remoto não acontecem mais; alunos, suas famílias e o corpo docente não têm mais condições mínimas de sobrevivência. Os cientistas avançam em suas pesquisas para recuperar as florestas, mas a solução será apenas a longo prazo. O desemprego e a fome são crescentes. Manchetes: “Moradores de bairro nobre assaltam, em conjunto, caminhão pipa e depois brigam entre si pela água”.

 

Isso ainda não aconteceu, então pode ser evitado. Mas se o nosso governo e as pessoas de todo o mundo não mudarem de atitude, isso acontecerá com certeza. Talvez não em 2022, mas em breve. Isto é um alerta!

Nunca a floresta Amazônica e o Pantanal foram tão desmatados quanto em 2020 e 2021.

Eu não quero viver em um mundo sem floresta, sem animais, com escassez de água e em um cenário apocalíptico!

quarta-feira, 14 de abril de 2021

8 maravilhas para ver no céu a olho nu

Se você sente depressão ou ansiedade, principalmente no momento em que passamos por uma pandemia, eis uma dica que vai aliviar seu dia a dia. Faça disso um hobby, passatempo ou até uma prática de autoconhecimento e conhecimento do universo. Pontos positivos são vários, mas direi apenas um: custo zero! Pontos negativos não há.

O que podemos observar no céu a olho nu? Muitas maravilhas! E listarei aqui 8 delas. Fique atento às dicas de como observar e alguns cuidados que se deve ter.

1- Os satélites Starlink da empresa SpaceX

Essa foi a visão mais surreal que já presenciei no céu noturno! Aconteceu em 2020. No início eu não sabia do que se tratava. Por acaso, estava na hora certa e no local certo. Olhando para o alto, vi um comboio de "estrelas" percorrendo o céu, como se fosse um trem de estrelas em movimento. Depois dessa visão, pesquisei e descobri que eram esses satélites. 













Esta página diz o dia e horário que esse comboio de satélites estará visível, de acordo com a cidade em que você mora: https://findstarlink.com/


2- A Estação Espacial Internacional (sigla em inglês: ISS) 

A International Space Station (ISS) é um laboratório espacial tripulado orbitando em volta da Terra e é o maior objeto posto no espaço por humanos. Também é visível a olho nu. Esta página dá os dias e horários para você vigiar o céu quando ela estiver visível na sua cidade:

 https://spotthestation.nasa.gov/

 








3- "Estrelas cadentes" 

Já tive a sorte de ver uma grande bola de fogo caindo do céu. Isso foi na roça quando eu era adolescente. Hoje em dia, observando o céu noturno em local alto e com pouca luminosidade, já consegui ver "estrelas" em movimento de queda, até sumirem na escuridão do céu. Essas chamadas "estrelas cadentes" são na verdade meteoros.

No final de semana passado vi dois eventos como esse no intervalo de minutos. E anteontem vi uma "estrela" se movendo lentamente até ficar invisível. Essa que se movia assim era, provavelmente, um satélite artificial.

Na madrugada de 21 para 22 de abril, haverá uma chuva de meteoros. Se não houver nuvens, será um espetáculo para os olhos. E entre 5 e 6 de maio haverá outra. Vigie o céu noturno nesses dias!


4- A lua

A lua sempre me encantou. Quando ela entra na fase "cheia" e surge no horizonte, a leste, enorme e bem amarela, é uma visão maravilhosa! 

A praia é um dos melhores lugares para ver a lua cheia surgindo. Ela fica imensa nos primeiros minutos antes de "subir" totalmente, e a luz dela refletida no mar inspira os sentimentos mais românticos.  

O calendário lunar de 2021 segue abaixo para você não perder esse show que a natureza nos proporciona: 

https://www.calendarr.com/brasil/calendario-lunar-2021/

Em 26 de maio haverá um eclipse lunar parcial e veremos a chamada Superlua de Sangue. 


5- Raios, relâmpagos e trovões.

Fenômenos atmosféricos que são sempre bonitos de se ver. O cuidado que se deve ter é de tirar da tomada os eletrodomésticos como TV, computador, máquina de lavar roupas, aparelho de som etc e o carregador de celular.


6- O sol nascendo e se pondo

Umas das visões mais lindas do céu! A cada dia cores diferentes, sempre uma surpresa! Vale muito a pena acordar cedo para ver o sol "nascer". E quando ele se coloca no horizonte a oeste e o céu fica em degradé antes de a noite "cair" é uma das horas mais agradáveis do dia. As cores no pôr do sol ficam mais reluzentes, tudo fica mais bonito!

Cuidado: para observação com binóculos, jamais apontar diretamente para o sol. Os raios de sol convergindo nas lentes queimam os olhos e provocam cegueira permanente.

As fotografias seguintes até o final desta postagem são de minha autoria. Não há qualquer efeito artificial, filtro ou edição de imagem [exceto para colocar legenda, quando for o caso]. Na segunda foto usei o recurso de câmera panorâmica. Clique na imagem para vê-la no tamanho original.


















7- Planetas

Muitos são visíveis a olho nu. Eles se parecem com estrelas muito brilhantes. Mas a melhor visão deles se faz por um bom telescópio. 

Com bons binóculos é possível ver Júpiter, como uma esfera brilhante, e suas luas como pontinhos brancos. Também se pode acompanhar as fases de Vênus, como uma minilua.

Mas mesmo a olho nu, a observação de planetas é interessante. Esta foto foi feita sem nenhum recurso. A única edição aí são as legendas [as palavras]. Ao vivo era uma visão muito bonita! Clique na imagem para aumentar a foto.














8- Arco-íris

Surgem após a chuva ou, principalmente, quando há chuva e sol ao mesmo tempo. Este foi o maior arco-íris que já fotografei até hoje e é uma foto recente.



domingo, 4 de abril de 2021

Palavras bonitas

 Palavras bonitas e conceitos que gosto de manter sempre por perto:

- Empatia - capacidade de se colocar no lugar do outro, sentir as dores e alegrias do outro;

- Efemeridade - entendimento de que tudo na vida é fugaz;

- Epifania - uma revelação, uma grande descoberta que muda o rumo da vida de alguém.

Binóculo astronômico

Venho aqui registrar a minha recém iniciada aventura na observação astronômica amadora.

Esta é a lua ontem, entrando na fase chamada de quarto minguante.





Para conseguir fazer essas imagens não foi fácil. Mas é até engraçado o modo como tive que improvisar. Faz-me muita falta um tripé para estabilizar o binóculo e a câmera fotográfica [telefone celular]. Sem esse equipamento, tive que apoiar o binóculo no parapeito do terraço e coloquei um chinelo embaixo dele para dar a altura certa. A lua estava no horizonte, longe, mas rente ao meu campo de visão. O celular ficou na mão mesmo, por isso o vídeo treme bastante. Quando se observa objetos a longas distâncias, qualquer vento, a respiração e até os batimentos cardíacos fazem a imagem tremer.

Na sexta-feira consegui visualizar Júpiter e 3 de suas luas galileanas. Também apontei para Saturno e acredito tê-lo visto, mas ele estava muito distante para ser reconhecível. Obviamente, não consegui fotografar, porque não tenho um tripé para binóculo e câmera e, neste caso, tinha que apontar para o alto e não para o horizonte.

Em 2021, a melhor época para observar Saturno será no mês de julho, lá pelo dia 21. E para observar Júpiter, o mês de agosto, por volta do dia 23. Isso segundo a simulação que fiz no site Solar System Scope.

O binóculo astronômico também funciona muito bem para observação terrestre, dia ou noite. Este é apenas um teste que fiz na quinta-feira quando o binóculo chegou: 


Binóculo: 3,9 km

Olho nu: 3,9 km



Essas fotos eu consegui tirar sem tremer porque eu estava apontando para o horizonte, deixando o binóculo num parapeito.

E este é um registro de teste que fiz do Convento da Penha, em Vila Velha-ES.

Distância: 3,8 km


Todas essas fotos estão aqui em tamanho reduzido, não no tamanho original. E também, por causa da pouca qualidade da câmera do meu celular, não dá para ver nas fotos todos os detalhes que se vê pelas lentes do binóculo. Por exemplo, vários pássaros sobrevoando esse convento de 453 anos. Uma imagem linda!

E então seguirei observando astros, estrelas, planetas, nebulosas, galáxias, satélites, pássaros, aviões, helicópteros etc. Tudo o que eu achar interessante compartilhar desses meus registros astronômicos ou fotográficos, postarei aqui.

Obs: especificações do binóculo
25x70, bak-4, sistema Porro, lentes multirrevestidas [multi coated]. 

They live, we sleep

Se pudéssemos ver o que cada anúncio publicitário realmente diz, seria isto:
"compre, consuma, conforme-se, continue adormecido, obedeça, obedeça, obedeça, case-se e reproduza, o dinheiro é seu deus..." 

Essas mensagens resumem o conteúdo de muitos textos e imagens que vemos nas ruas, nos shoppings, nas revistas e jornais, em alguns livros; e, porque não, até aqui mesmo. 

Obs: Comprar e consumir faz parte de nossas necessidades, mas deveria haver mais consciência por parte dos consumidores e também dos produtores de bens de consumo. Até quando o planeta Terra vai aguentar o abuso que sofre? Com a super população e a produção industrial em larga escala, a produção de lixo e a poluição só aumentam e já passaram do nível "aceitável". A agressão à camada de ozônio, as mudanças climáticas, os incêndios florestais, a extinção de espécies, a escassez de água potável, o microplástico no mar... estes são alguns problemas ambientais que me preocupam muito.

Dica de filme: They live, 1988.
Mal produzido, mal dirigido e com atuações péssimas! Porém, o enredo traz uma boa reflexão sobre o controle que o capitalismo desenfreado exerce sobre nós.

sexta-feira, 2 de abril de 2021

Astronomia e Literatura

A Literatura sempre fez referências aos astros, estrelas, constelações etc; desde a oralidade, os mitos, as lendas, as sagas aos escritos épicos, das narrativas de viagem às narrativas de navegação, também nos romances, contos e na poesia.

Já pensou em como seria mais culturalmente enriquecedor entender todas essas referências de uma forma prática? Isso é possível e muito divertido! Siga estes passos.


Os 5 passos para se iniciar na observação astronômica amadora

PASSO 1- Observar o céu noturno a olho nu e aprender a se localizar [saber onde é leste, oeste, norte e sul]. Para isso, pode usar uma bússola ou outros meios. Eu localizo o leste pelo lugar em que o sol nasce. Pesquise, leia, estude o assunto. Conheça os corpos celestes que são visíveis a olho nu.

PASSO 2- Baixe algum aplicativo de observação. Alguns que eu conheço são: 

Sky View; 

Star Walk;

Stellarium.

Com visual bem atraente, esses apps mostram o céu em tempo real e fornecem os nomes dos astros, das constelações e muitas outras informações, apenas apontando o celular para o céu. O ideal é que o celular tenha um sensor de bússola para que o app ache a sua localização precisa. Mas alguns podem funcionar bem sem esse recurso. E além desses três, existem diversos outros apps para essa função. Encontre um que se enquadra naquilo que você busca.

Também o site Solar System Scope tem sido de grande ajuda para mim. Ele mostra uma animação do sistema solar em tempo real, também podendo avançar para o futuro. Isso permite eu entender como os planetas se movem e saber a que hora da noite [ou da madrugada] determinado planeta estará visível. Outra vantagem é que não precisa nem baixar, basta acessar a página.

PASSO 3- Faça parte de uma comunidade de astronomia amadora, presencialmente ou virtualmente. Há vários grupos em redes sociais sobre esse assunto. Cadastre-se, siga, participe! E peça dicas aos membros mais experientes.

PASSO 4- Compre binóculos. No imaginário popular a astronomia depende exclusivamente de telescópios potentes e caros, mas isso é um engano. Para iniciantes e até para os mais experientes os binóculos são indispensáveis. Esse instrumento possui um campo de visão mais abrangente do que o telescópio, o que facilita muito a localização de objetos no céu. Além disso, é imensamente mais fácil de manusear e portar.

O que você pode ver com bons binóculos? Satélites, a Estação Espacial Internacional, a lua, planetas, cometas, asteroides, chuva de asteroides, estrelas, constelações, nebulosas e galáxias.


Lua, com binóculo 15X70


Lua, com binóculos 25x100.


Júpiter e três de suas luas visíveis.


Saturno e seu anel, com binóculo 20x80 + zoom da câmera.


A qualidade de cada foto acima depende não só do modelo de binóculo, mas também de um tripé para estabilizar o binóculo; além, é claro, das condições de observação [época do ano, horário, clima] e da qualidade da câmera fotográfica. Então, essas fotografias dão apenas uma noção de como é; podendo ser igual, mais nítido ou menos nítido do que isso, a depender de vários fatores. Com um binóculo 10x50 de boa marca já é possível observar ótimas imagens. Pesquise muito antes de comprar o seu binóculo. Existe bastante informação útil na internet para ler antes de comprar. E alguns vídeos também ajudam nessa escolha.

PASSO 5- Compre um telescópio. Esse passo é restrito para os amadores de longa experiência. Eu ainda não cheguei nessa fase, apenas acabei de me iniciar no passo 3. E se eu nunca comprar um telescópio, já me sentirei realizado se ficar um craque na observação com binóculos.


"Astronomia e Literatura" é uma proposta interdisciplinar que faço para incentivar a leitura dos clássicos da literatura, aprendendo na prática da observação astronômica amadora os significados das referências astronômicas e mitológicas encontradas em textos como epopeias, narrativas em prosa, poemas líricos etc. 

Incluem-se, nessas leituras, partes das biografias de filósofos e cientistas como Tales, Pitágoras, Galileu Galilei, Isaac Newton, Copérnico, Kepler, entre outros, focando em como eles fizeram suas descobertas científicas mais célebres. 

Este convite, a partir da observação astronômica, desperta a curiosidade para as leituras, reunindo os conceitos  indissociáveis de teoria-prática/prática-teoria, fazendo da aprendizagem uma experiência mais prazerosa e memorável para o resto da vida.

Os 5 passos enumerados acima mostram que essa proposta pode ser realizada com um considerável investimento financeiro [passo 5], ou com um moderado investimento [passo 4], ou quase nenhum investimento [passos 1, 2 e 3] - bastando apenas ter acesso à internet.