quarta-feira, 22 de maio de 2024

I'm Only Sleeping - tradução

Canção: I'm only sleeping
Autoria: The Beatles
Álbum: Revolver
Ano: 1966

Quando acordo cedo de manhã,
Levanto a cabeça, ainda bocejando.
Quando estou no meio de um sonho.
Fico na cama, flutuando.

Por favor, não me acorde.
Não, não me balance,
Deixe-me onde estou,
Eu estou apenas dormindo.

Todo mundo parece me achar um preguiçoso.
Eu não ligo, acho que eles são loucos!
Correndo por toda parte a tal velocidade
Até eles descobrirem que não há necessidade.

Por favor, não estrague meu dia,
Estou a quilômetros de distância.
E depois de tudo,
Estou apenas dormindo.

De olho no mundo que passa pela minha janela,
Dando um tempo.
Deitado ali e olhando para o teto,
Esperando o sono chegar.



Obs:
A composição é majoritariamente [ou completamente] de John Lennon.

Lembrando que toda tradução é uma traição. O correto é entender o texto no seu idioma original.


Curiosidade:

O solo de guitarra tocado por George Harrison está ao contrário, propositalmente, para criar o efeito que se ouve na música. Ele tocou a sua guitarra normalmente, mas sabendo como a melodia soaria ao contrário. Isso é genial! 




terça-feira, 21 de maio de 2024

Deserto

 Existem desertos de areia, de sal e de neve. Nesta postagem, o foco é sobre o primeiro.

Tanto na literatura quanto como arquétipo psicológico, o deserto pode representar solidão [ou isolamento proposital]. No aspecto da sobrevivência, pode significar vida penosa, perigo de morte, escassez de vida e falta de recursos para manter a vida. Por outro lado, de forma mais profunda, também pode simbolizar mistério, romantismo [no sentido popular], silêncio, meditação, uma jornada de autoconhecimento [e desafios], o passado remoto e a vida nômade.

O Saara é o deserto mais famoso do mundo. Localizado no norte da África, se estende do Marrocos ao Egito. Boa parte dele já foi mar há milhões de anos. Em Wadi al Hitan [Vale das Baleias] foram encontradas conchas do mar e até fósseis desse cetáceo gigante. Hoje o lugar é aberto à visitação e tem um museu que conta a história evolutiva desse incrível animal.


Fóssil de baleia em Wadi al Hitan - Egito (fonte: Wikipedia)










Fóssil de baleia em Wadi al Hitan - Egito (fonte: Wikipedia)











O Deserto Preto (Black Desert)

Sua formação rochosa é de origem vulcânica e a isso se deve a cor preta. Mas hoje em dia, todos os vulcões lá estão extintos. Em aparência, lembra outro planeta, como em fotos que vemos da superfície de Marte.

Deserto Preto: vulcões extintos.






















Black Desert, Egito (fonte: PLenglish).










Superfície do planeta Marte (fonte: NASA).













O Deserto Branco (White Desert)

Possui pedras de vários formatos que, na imaginação, lembram formas de animais. Essas pedras foram esculpidas naturalmente pelo tempo.

Caminho para o Deserto Branco.





















Pedra chamada de "O ovo e a galinha".







































Pedra com formato que lembra um coelho.








































O Black Desert e o White Desert são atrações do Egito. Turistas de todo o mundo fazem passeios guiados e acampamentos nessa região, vislumbrando uma experiência de vida beduína.

Além das paisagens diurnas, a noite oferece a chance imperdível de fazer ótimos registros do céu, especialmente para os amantes da astrofotografia. Não há poluição luminosa, o deserto fica a mais ou menos 4 horas de carro da cidade mais próxima. Além disso, no Egito raramente chove, então as chances de nebulosidade são mínimas. 


Céu noturno no Deserto Branco (fonte: Ootlah)

















O nascer e o pôr do sol também são momentos excelentes para fazer belíssimos registros fotográficos.

Deserto Branco (fonte: Magnificent World)


























Pôr do sol no Deserto Branco.










































As paisagens desérticas não requerem muita explicação para a sua beleza poética e filosófica. As imagens desoladas falam por si só, enquanto visões de oásis e caravanas de camelos acrescentam riqueza imagética a um cenário que tanto inspira obras de arte, desde desenhos animados [Pica Pau me vem à memória] até clássicos da literatura como As Mil e Uma Noites.

Dica de livro: O Homem Que Calculava (Malba Tahan) - obra que deveria ser obrigatória em todas as escolas do mundo! E em segundo lugar, recomendo a leitura de As Mil e Uma Noites.

Dica de filme: Lawrence da Arábia

Dica de série: O Jovem Indiana Jones (gratuito no You Tube)

Dica de música, segue abaixo:


Canção de Marcel Khalife intitulada "My Mother"


Assista também a uma excelente análise da megaprodução Lawrence da Arábia, obra-prima cinematográfica:


sexta-feira, 3 de maio de 2024

O fazendeiro, o capataz e o agricultor

Três homens estavam na lavoura fazendo a conferência da produção de uvas: o rico fazendeiro, o bravo capataz e um pobre agricultor.

Quando regressaram do campo, presenciaram uma cena jamais imaginada por qualquer um. Toda a cidade tinha sido coberta pelas cinzas do vulcão próximo dali. A erupção acontecera há uns 10 dias, mas ainda havia pequenos focos de chamas sobre as cinzas.

Todas as casas estavam aparentemente destruídas. Não se via nenhuma residência, nem ruas. Tudo estava enterrado. Era impossível haver sobreviventes abaixo das cinzas e brasas ainda quentes.

Ao constatar que perdera a sua mansão e tudo dentro dela, o fazendeiro sentiu-se irado. "Não, não, não", gritava o fazendeiro. Então ele disse ao capataz: "Manda o agricultor ir às minhas terras e colocar fogo em todo o vinhedo, agora tenho apenas ódio e destruição no coração". E o fazendeiro jurou que a partir daquele momento seria o homem mais terrível do mundo. Que por onde passasse, levaria destruição e cinzas. E esbravejando a sua ira, caminhava sobre as cinzas que cobriam a cidade. Mas pisou num lugar oco que rompeu como um alçapão. E subitamente o fazendeiro atravessou por um solo maleável de cinzas, e caiu sobre um resto de lava incandescente. Em poucos minutos, ele era apenas carvão, depois cinzas, depois pó; que o vento levou. O rico fazendeiro não aceitou o destino, e foi consumido por ele.

O capaz nem teve tempo de cumprir as ordens do fazendeiro. Ele lamentava muito ter perdido o tanto que construíra. Mas lamentava ainda mais ter perdido toda a sua família. Então ele disse: "Agora tenho apenas tristeza no meu coração". E ele se deitou sobre as cinzas. E enquanto chorava no solo, uma nevoa fina de gazes tóxicos do vulcão se aproximou dele e o envenenou. E com o tempo as cinzas cobriram o seu corpo, transformando-o em uma estátua, eternizando a sua tristeza. O bravo capataz aceitou o seu destino, e foi paralisado por ele.

O agricultor teve um momento de revolta. Afinal, as poucas posses que perdera significavam muito para ele. E permitiu-se ter um dia de tristeza. Sofreu o luto por sua família soterrada nas cinzas. Mas ele, acostumado a trabalhar de sol a sol, e vendo uma pequena labareda sobre alguns galhos carbonizados, lembrou-se do Sol. Ele se deu conta de que o Sol parece um pequeno disco de fogo, mas que ilumina toda a imensidão de terra que os olhos podem ver. A Terra, portanto, deveria ser muito pequena em relação ao Sol, que devia estar muito distante. Do mesmo modo, pensou ele, os problemas de um  homem deviam ser muito pequenos comparados aos problemas de todo o mundo.

Então, o pobre agricultor reinventou-se diante do destino. Mudou-se de lá, construiu uma nova casa, melhor do que aquela que ele perdera, construiu uma nova família e tornou-se o imperador de seu próprio destino. Ainda que vivesse de forma humilde, tendo muito pouco, nada lhe faltava, incluindo a  felicidade, porque ele era rei de suas próprias mãos, que trabalham e constroem tudo do que ele precisa. Ele era o rei de seus próprios olhos, e de como deveria encarar os fados da vida. Ele era o rei de seu próprio coração, e portanto, dos sentimentos que deveria cultivar, para ter uma boa colheita.














Renan, blog Interlúdico, 03/05/2024

sexta-feira, 12 de abril de 2024

Curiosidades do séc. XX

Algumas datas felizes, outras tristes, em conjunto promovem uma reflexão Histórica sobre a importância do século passado.

O século 20 moldou a tecnologia, a política e as artes como as vemos hoje.


1906 - Há 118 anos o brasileiro Santos Dumont voou pela primeira vez com seu avião, se tornando o pai da aviação.

1912 - Há 112 anos o Titanic afundou no Oceano Atlântico.

1914 - Há 110 anos começava a Primeira Guerra Mundial.

1922 - Há 102 anos: extinção do Império Otomano, descoberta do túmulo do faraó Tutancâmon, formação da União Soviética.

1939 - Há 85 anos o personagem Batman foi criado nos quadrinhos. Sigmund Freud, o pai da Psicanálise, morre aos 83 anos. No mesmo ano, teve início a Segunda Guerra Mundial.

1940 - Há 84 anos Charles Chaplin lançava o filme "O Grande Ditador" nos cinemas. 

1945 - Há 79 anos chegava ao fim a Segunda Guerra Mundial: a União Soviética conquistou a capital alemã, os EUA lançaram duas bombas atômicas sobre o Japão.

1948 - Há 76 anos Mahatma Gandhi, o líder pacifista, foi assassinado.

1955 - Há 69 anos morreu o físico alemão Albert Einstein.

1956 - Há 68 anos Elvis Presley aparecia na televisão americana pela primeira vez.

1958 - Há 66 anos o Brasil ganhou uma Copa do Mundo de Futebol pela primeira vez.

1963 - Há 61 anos o presidente americano John F. Kennedy foi assassinado.

1964 - Há 60 anos Os Beatles tocavam nos EUA pela primeira vez. Início da "beatlemania" no mundo.

1968 -  Há 56 anos: protestos em Paris, assassinatos de Martin Luther King e do senador Robert Kennedy nos EUA, AI-5 no Brasil.

1969 - Há 55 anos o homem pousou na Lua pela primeira vez. No mesmo ano aconteceu o festival de Woodstock.

1974 - Há 50 anos foi enviada ao espaço a mensagem de Arecibo, por sinal de rádio, contendo informações sobre a Terra e a civilização humana.

1976 - Há 48 anos foi criada a Apple, empresa de tecnologia.

1977 - Há 47 anos foi lançado o primeiro filme da série Rocky de Sylvester Stallone. Ano da morte de Elvis Presley (com 42 anos) e Charles Chaplin (com 88 anos). Também foram lançadas as sondas Voyager 1 e Voyager 2, contendo mensagens da Terra. Ambas são os dois objetos construídos por humanos que estão mais distantes do nosso planeta. E elas podem ficar vagando no espaço por até bilhões de anos.

1980 - Há 44 anos a série Cosmos de Carl Sagan estreava na TV. Ano do assassinado de John Lennon em NYC (ele tinha 40 anos).

1982 - Há 42 anos acontecia a Guerra das Malvinas entre Argentina e Reino Unido.

1983 - Há 41 anos estreou o vídeo de Thriller de Michael Jackson na TV.

1985 - Há 39 anos estreou o filme De Volta Para O Futuro (parte 1).

1990 - Há 34 anos, o telescópio espacial Hubble passa a orbitar a Terra.

1991 - Há 33 anos eram lançados o Black Album (Metallica), Ten (Pearl Jam), Nevermind (Nirvana), Dangerous (Michael Jackson) e o vídeo da música Black or White. A Legião Urbana lançava o seu 5º álbum de estúdio. A banda Iron Maiden lançaria o álbum Fear of the Dark em 1992.

1994 - Há 30 anos: o genocídio em Ruanda.

1997 - Há 27 anos Hong Kong deixou de ser domínio britânico e foi reincorporado à China.

1999 - Há 25 anos Portugal devolve a região de Macau à China, terminando oficialmente o Império Português. No mesmo ano foi lançado o filme Matrix.


Fontes: eu mesmo, com uma ajudinha da Wikipédia.

sábado, 16 de março de 2024

Horácio, ode 4.10

 Ode nº 10 do 4º livro de odes de Horácio


Tu até agora cruel e poderoso com os dons de Vênus!

Quando os pelos sobreviverem à tua arrogância;

e os cabelos, que te esvoaçam agora nos ombros, caírem;

e a cor que agora supera a da flor da rosa purpúrea 

virar uma bochecha peluda, mudado,

dirás lamentos, quando vires, alterado no espelho:

"Por que não tinha eu, quando rapaz, a mente que tenho hoje?

Ou por que não regressam a este senhor as minhas faces lisas?"


Tradução do latim: Frederico Lourenço;
Adaptado por Renan, blog Interlúdico.


CARPE.DIEM.QVAM.MINIMVM.CREDVLA.POSTERO

detalhe em pintura de Caravaggio


quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Propaganda da Nikon

O que uma fotografia revela? Que palavras uma imagem nos diz?

"Uma imagem vale mais do que mil palavras" - é o ditado. 

Mas no vídeo a seguir, essas mil palavras se resumem em apenas uma: Uma ideia, um conceito que integra toda a riqueza de uma fotografia, de uma imagem, de um momento congelado num clique.


Para quem entende inglês, esta propaganda das câmeras Nikon é genial. 

Ela sintetiza em uma frase [I am ....] o que uma foto transmite como mensagem. E são vários exemplos nessa peça publicitária de muito bom gosto.

A primeira cena se passa no Deserto Branco [Egito]. E além das fotos de viagens, também há exemplos de fotos caseiras que registram momentos únicos na vida de qualquer um, como os primeiros passos de um bebê.

Obs: As frases aparecem dentro de um retângulo. Essa forma quadrilátera, preenchida pela cor amarela, talvez seja uma alusão à revista National Geographic, reconhecida por suas fotografias e fotógrafos premiados por seus registros de alta qualidade artística, valor histórico, humano e ecológico.

A música escolhida como trilha sonora de todo o comercial é Welcome Home, Son. A autoria é da banda Radical Face.

Assista no You Tube:




Versão brasileira:




sexta-feira, 16 de fevereiro de 2024

Horácio - poeta do Carpe Diem

Horácio (Quintus Horatius Flaccus) nasceu em Venosa, província de Potenza, região da Basilicata, sul da península itálica, em 8 de dezembro de 65 a.C.


Era filho de um escravo liberto. 

Conviveu com Augusto, primeiro imperador romano, e com o poeta Virgílio, autor de "Eneida".

Horácio escreveu principalmente sátiras [Sermones], odes [Carminas] e epístolas. Também um tratado filosófico sobre arte.

A expressão carpe diem aparece pela primeira vez em Odes I, 11:8 quando o poeta aconselha a "menina de pensamentos ingênuos". O trecho é assim:

No original em latim:

DVM.LOQUIMVR.FVGERIT.INVIDA.AETAS
CARPE.DIEM.QVAM.MINIMVM.CREDVLA.POSTERO


Tradução: 

Enquanto falamos, foge invejoso o tempo. 
Aproveita o dia de hoje, minimamente crendo no amanhã.




Dica de leitura

Horácio: poesia completa, 2023





















Este é o livro definitivo sobre a obra de Horácio em língua portuguesa.
Edição bilíngue: latim e português, com comentários. Ano: 2023

Frederico Lourenço, autor dessa obra magnífica, é professor na famosa Universidade de Coimbra, a mais antiga de Portugal. Além do latim, ele também é tradutor de obras em grego antigo, como a ILíada, a Odisseia e a Bíblia [Novo Testamento].



Notas

* Horácio também é o autor das expressões: "Aurea mediocritas", "In media res", "Nunc est bibendum", "juntar o útil ao agradável". As quatro ainda são usadas até hoje. As duas primeiras são conhecidas por qualquer estudante de Literatura. A terceira é usada no meio jurídico [com significado diferente do original] e a quarta é conhecida por todos em senso comum.

* Horácio foi muito influente na obra de Camões e Fernando Pessoa [Ricardo Reis], além de vários outros, é claro.

* Um trisavô meu, avô da minha avó paterna, nasceu na mesma região [Basilicata] e província [Potenza] que Horácio. E muitos séculos antes de Horácio, o filósofo Pitágoras viveu, lecionou e morreu na mesma região.

* Além de Horácio, outro grande poeta nasceu em 8 de dezembro. O vocalista da banda The Doors, o inigualável Jim Morrison.

* Apesar desses ilustres nascimentos, o 8 de dezembro sempre foi um dia triste para mim, porque é a data do assassinato de John Lennon, em Nova York. Justamente considerado um dos artistas mais influentes do século XX. Músico, poeta, ativista da paz e fundador da maior banda de todos os tempos: The Beatles.

sábado, 10 de fevereiro de 2024

Pompeia e o vulcão

Pompeia é uma cidade perto de Nápoles. 

A cidade antiga de Pompeia foi soterrada pelas cinzas do vulcão Vesúvio em 79 d.C.

No séc. XVIII, Pompeia foi redescoberta por acaso e começaram as escavações, revelando uma cidade muito bem preservada. Hoje ela é um sítio arqueológico e ponto turístico dos mais importantes para o estudo da antiga sociedade romana.



Regiões da Itália












Lácio (amarelo), Campânia (azul), Basilicata (violeta)















No mapa, de cima para baixo, os círculos em destaque são Roma, Nápoles, Pompeia, Potenza.


Roma fica no Lácio, região central da Itália.

Nápoles e Pompeia ficam na Campânia, região ao sul do Lácio. 

Potenza fica na Basilicata, região ao sul da península itálica.


Potenza é o local de nascimento do poeta Horácio, autor da expressão Carpe Diem. Confira mais detalhes no link abaixo:

https://interludico.blogspot.com/2023/12/horacio-poeta-do-carpe-diem.html



As escavações em Pompeia revelaram muitas pinturas, esculturas, casas aristocráticas, tabernas, praças,  templos, teatros e uma arena (anfiteatro) de gladiadores...

Praça da antiga Pompeia com o vulcão Vesúvio ao fundo.














Afresco


Museu dentro do sítio arqueológico.


Uma das muitas casas redescobertas.
























Utensílios da época













Ruínas de um templo.














Teatro





O Lupanar era a casa de prostituição da época. Esta é uma pintura gravada sobre a porta de um dos quartos da casa.



Os corpos são muitos e são de pessoas de verdade. Os arqueólogos colocaram gesso nas cavidades onde os encontraram para assim preservar a posição como foram achados.
























Pink Floyd ao vivo no anfiteatro da antiga Pompeia:






O melhor vídeo sobre Pompeia. Um passeio pelas principais curiosidades da cidade, incluindo o Lupanar, várias casas, teatro, anfiteatro... Assistam:



segunda-feira, 8 de janeiro de 2024

Os senhores de Roma: Augusto

 

Faro Editorial, 351 páginas.


Esta postagem não será uma análise profunda, nem uma resenha, mas apenas uma boa indicação de leitura.

O romance histórico é um gênero literário que, quando bem feito, nos transporta a uma outra época, como se estivéssemos realmente vivendo aquele passado, testemunhando de perto os bastidores de eventos históricos. Esse é o maior barato desse gênero literário. E esse é o caso da narrativa aqui recomendada.

O enredo tem início nos famosos idos de março, ou seja, o assassinato de Júlio César. 

Otávio, seu herdeiro, se tornaria o primeiro imperador romano, passando a se chamar Augusto. Nestas páginas de suas memórias ficcionais acompanharemos a sua trajetória e os principais eventos desse período da história de Roma.

Essa narrativa em primeira pessoa mostra um Otávio sagaz e manipulador que, com ajuda de Mecenas e Agripa [e o poeta Virgílio] vai mordiscando bocados cada vez maiores do poder. 

Do triunvirato ao conflito inevitável com Marco Antônio e Cleópatra, ele vai ascendendo como imperador ao mesmo tempo que os cidadãos e o senado são levados a vê-lo como defensor da república romana.

Na segunda parte de suas "memórias" o imperador, bem mais velho, analisa sua trajetória.

Os poetas Virgílio e Horácio são mencionados em alguns momentos da narrativa.

Muito do que é narrado nesse livro realmente aconteceu daquele jeito. Outras coisas não sabemos, mas podem ter acontecido, não ter acontecido, ou acontecido de forma semelhante ao que a ficção propõe. Esse é o outro barato do romance histórico.


Outro romance histórico muito bem feito é:

"A pedra da luz: Nefer, o silencioso" de Christian Jacq

Já o recomendei várias vezes aqui no blog:

https://interludico.blogspot.com/2019/12/dica-de-leitura-nefer-o-silencioso.html