segunda-feira, 19 de abril de 2021

2022

Início de 2022, a pandemia do coronova vírus acabou no Brasil. A floresta Amazônica entrou em processo de desertificação devido ao desmatamento para comércio ilegal de madeira e ampliação de pastos bovinos. O processo de desertificação é irreversível. A temperatura global aumentou demasiadamente. Os rios estão secando e a água potável começou a se extinguir mais rapidamente. Centenas de animais silvestres estão morrendo. O problema já é sensível no dia a dia em nível global. Os cientistas estão tentando recriar a floresta, mas não é tão simples como plantar uma árvore. As autoridades governamentais impõem sanções quanto ao uso de água potável: cada cidadão só pode usar 5 litros por dia, para beber e cozinhar. Lavar roupa, tomar banho e dar a descarga no vaso sanitário passaram a ser considerados não essenciais. As escolas são fechadas e as aulas acontecem apenas no sistema remoto. A maioria das indústrias dependia de água e eram as maiores consumidoras do mineral, mas agora estão fechadas por decreto e cercadas pelo exército, a fim de manter o racionamento. Os empregados foram forçados a entrar em férias coletivas e o governo estuda um plano de auxílio para as indústrias não os demitirem. Os telejornais noticiam a todo dia muitas pessoas morrendo por desidratação devido ao calor intenso e escassez de água. Em regiões mais pobres, pessoas morrem de sede. Centenas de corpos são levados a valas comuns todos os dias. A rede funerária entra em colapso. Corpos de seres humanos apodrecem em vias públicas. Manchetes: “Autoridades políticas e empresários descumprem racionamento e desperdiçam água com festa em piscina”. Milhares de animais silvestres aparecem mortos todos os dias. As aulas no sistema remoto não acontecem mais; alunos, suas famílias e o corpo docente não têm mais condições mínimas de sobrevivência. Os cientistas avançam em suas pesquisas para recuperar as florestas, mas a solução será apenas a longo prazo. O desemprego e a fome são crescentes. Manchetes: “Moradores de bairro nobre assaltam, em conjunto, caminhão pipa e depois brigam entre si pela água”.

 

Isso ainda não aconteceu, então pode ser evitado. Mas se o nosso governo e as pessoas de todo o mundo não mudarem de atitude, isso acontecerá com certeza. Talvez não em 2022, mas em breve. Isto é um alerta!

Nunca a floresta Amazônica e o Pantanal foram tão desmatados quanto em 2020 e 2021.

Eu não quero viver em um mundo sem floresta, sem animais, com escassez de água e em um cenário apocalíptico!

quarta-feira, 14 de abril de 2021

8 maravilhas para ver no céu a olho nu

Se você sente depressão ou ansiedade, principalmente no momento em que passamos por uma pandemia, eis uma dica que vai aliviar seu dia a dia. Faça disso um hobby, passatempo ou até uma prática de autoconhecimento e conhecimento do universo. Pontos positivos são vários, mas direi apenas um: custo zero! Pontos negativos não há.

O que podemos observar no céu a olho nu? Muitas maravilhas! E listarei aqui 8 delas. Fique atento às dicas de como observar e alguns cuidados que se deve ter.

1- Os satélites Starlink da empresa SpaceX

Essa foi a visão mais surreal que já presenciei no céu noturno! Aconteceu em 2020. No início eu não sabia do que se tratava. Por acaso, estava na hora certa e no local certo. Olhando para o alto, vi um comboio de "estrelas" percorrendo o céu, como se fosse um trem de estrelas em movimento. Depois dessa visão, pesquisei e descobri que eram esses satélites. 













Esta página diz o dia e horário que esse comboio de satélites estará visível, de acordo com a cidade em que você mora: https://findstarlink.com/


2- A Estação Espacial Internacional (sigla em inglês: ISS) 

A International Space Station (ISS) é um laboratório espacial tripulado orbitando em volta da Terra e é o maior objeto posto no espaço por humanos. Também é visível a olho nu. Esta página dá os dias e horários para você vigiar o céu quando ela estiver visível na sua cidade:

 https://spotthestation.nasa.gov/

 








3- "Estrelas cadentes" 

Já tive a sorte de ver uma grande bola de fogo caindo do céu. Isso foi na roça quando eu era adolescente. Hoje em dia, observando o céu noturno em local alto e com pouca luminosidade, já consegui ver "estrelas" em movimento de queda, até sumirem na escuridão do céu. Essas chamadas "estrelas cadentes" são na verdade meteoros.

No final de semana passado vi dois eventos como esse no intervalo de minutos. E anteontem vi uma "estrela" se movendo lentamente até ficar invisível. Essa que se movia assim era, provavelmente, um satélite artificial.

Na madrugada de 21 para 22 de abril, haverá uma chuva de meteoros. Se não houver nuvens, será um espetáculo para os olhos. E entre 5 e 6 de maio haverá outra. Vigie o céu noturno nesses dias!


4- A lua

A lua sempre me encantou. Quando ela entra na fase "cheia" e surge no horizonte, a leste, enorme e bem amarela, é uma visão maravilhosa! 

A praia é um dos melhores lugares para ver a lua cheia surgindo. Ela fica imensa nos primeiros minutos antes de "subir" totalmente, e a luz dela refletida no mar inspira os sentimentos mais românticos.  

O calendário lunar de 2021 segue abaixo para você não perder esse show que a natureza nos proporciona: 

https://www.calendarr.com/brasil/calendario-lunar-2021/

Em 26 de maio haverá um eclipse lunar parcial e veremos a chamada Superlua de Sangue. 


5- Raios, relâmpagos e trovões.

Fenômenos atmosféricos que são sempre bonitos de se ver. O cuidado que se deve ter é de tirar da tomada os eletrodomésticos como TV, computador, máquina de lavar roupas, aparelho de som etc e o carregador de celular.


6- O sol nascendo e se pondo

Umas das visões mais lindas do céu! A cada dia cores diferentes, sempre uma surpresa! Vale muito a pena acordar cedo para ver o sol "nascer". E quando ele se coloca no horizonte a oeste e o céu fica em degradé antes de a noite "cair" é uma das horas mais agradáveis do dia. As cores no pôr do sol ficam mais reluzentes, tudo fica mais bonito!

Cuidado: para observação com binóculos, jamais apontar diretamente para o sol. Os raios de sol convergindo nas lentes queimam os olhos e provocam cegueira permanente.

As fotografias seguintes até o final desta postagem são de minha autoria. Não há qualquer efeito artificial, filtro ou edição de imagem [exceto para colocar legenda, quando for o caso]. Na segunda foto usei o recurso de câmera panorâmica. Clique na imagem para vê-la no tamanho original.


















7- Planetas

Muitos são visíveis a olho nu. Eles se parecem com estrelas muito brilhantes. Mas a melhor visão deles se faz por um bom telescópio. 

Com bons binóculos é possível ver Júpiter, como uma esfera brilhante, e suas luas como pontinhos brancos. Também se pode acompanhar as fases de Vênus, como uma minilua.

Mas mesmo a olho nu, a observação de planetas é interessante. Esta foto foi feita sem nenhum recurso. A única edição aí são as legendas [as palavras]. Ao vivo era uma visão muito bonita! Clique na imagem para aumentar a foto.














8- Arco-íris

Surgem após a chuva ou, principalmente, quando há chuva e sol ao mesmo tempo. Este foi o maior arco-íris que já fotografei até hoje e é uma foto recente.



domingo, 4 de abril de 2021

Palavras bonitas

 Palavras bonitas e conceitos que gosto de manter sempre por perto:

- Empatia - capacidade de se colocar no lugar do outro, sentir as dores e alegrias do outro;

- Efemeridade - entendimento de que tudo na vida é fugaz;

- Epifania - uma revelação, uma grande descoberta que muda o rumo da vida de alguém.

Binóculo astronômico

Venho aqui registrar a minha recém iniciada aventura na observação astronômica amadora.

Esta é a lua ontem, entrando na fase chamada de quarto minguante.





Para conseguir fazer essas imagens não foi fácil. Mas é até engraçado o modo como tive que improvisar. Faz-me muita falta um tripé para estabilizar o binóculo e a câmera fotográfica [telefone celular]. Sem esse equipamento, tive que apoiar o binóculo no parapeito do terraço e coloquei um chinelo embaixo dele para dar a altura certa. A lua estava no horizonte, longe, mas rente ao meu campo de visão. O celular ficou na mão mesmo, por isso o vídeo treme bastante. Quando se observa objetos a longas distâncias, qualquer vento, a respiração e até os batimentos cardíacos fazem a imagem tremer.

Na sexta-feira consegui visualizar Júpiter e 3 de suas luas galileanas. Também apontei para Saturno e acredito tê-lo visto, mas ele estava muito distante para ser reconhecível. Obviamente, não consegui fotografar, porque não tenho um tripé para binóculo e câmera e, neste caso, tinha que apontar para o alto e não para o horizonte.

Em 2021, a melhor época para observar Saturno será no mês de julho, lá pelo dia 21. E para observar Júpiter, o mês de agosto, por volta do dia 23. Isso segundo a simulação que fiz no site Solar System Scope.

O binóculo astronômico também funciona muito bem para observação terrestre, dia ou noite. Este é apenas um teste que fiz na quinta-feira quando o binóculo chegou: 


Binóculo: 3,9 km

Olho nu: 3,9 km



Essas fotos eu consegui tirar sem tremer porque eu estava apontando para o horizonte, deixando o binóculo num parapeito.

E este é um registro de teste que fiz do Convento da Penha, em Vila Velha-ES.

Distância: 3,8 km


Todas essas fotos estão aqui em tamanho reduzido, não no tamanho original. E também, por causa da pouca qualidade da câmera do meu celular, não dá para ver nas fotos todos os detalhes que se vê pelas lentes do binóculo. Por exemplo, vários pássaros sobrevoando esse convento de 453 anos. Uma imagem linda!

E então seguirei observando astros, estrelas, planetas, nebulosas, galáxias, satélites, pássaros, aviões, helicópteros etc. Tudo o que eu achar interessante compartilhar desses meus registros astronômicos ou fotográficos, postarei aqui.

Obs: especificações do binóculo
25x70, bak-4, sistema Porro, lentes multirrevestidas [multi coated]. 

They live, we sleep

Se pudéssemos ver o que cada anúncio publicitário realmente diz, seria isto:
"compre, consuma, conforme-se, continue adormecido, obedeça, obedeça, obedeça, case-se e reproduza, o dinheiro é seu deus..." 

Essas mensagens resumem o conteúdo de muitos textos e imagens que vemos nas ruas, nos shoppings, nas revistas e jornais, em alguns livros; e, porque não, até aqui mesmo. 

Obs: Comprar e consumir faz parte de nossas necessidades, mas deveria haver mais consciência por parte dos consumidores e também dos produtores de bens de consumo. Até quando o planeta Terra vai aguentar o abuso que sofre? Com a super população e a produção industrial em larga escala, a produção de lixo e a poluição só aumentam e já passaram do nível "aceitável". A agressão à camada de ozônio, as mudanças climáticas, os incêndios florestais, a extinção de espécies, a escassez de água potável, o microplástico no mar... estes são alguns problemas ambientais que me preocupam muito.

Dica de filme: They live, 1988.
Mal produzido, mal dirigido e com atuações péssimas! Porém, o enredo traz uma boa reflexão sobre o controle que o capitalismo desenfreado exerce sobre nós.

sexta-feira, 2 de abril de 2021

Astronomia e Literatura

A Literatura sempre fez referências aos astros, estrelas, constelações etc; desde a oralidade, os mitos, as lendas, as sagas aos escritos épicos, das narrativas de viagem às narrativas de navegação, também nos romances, contos e na poesia.

Já pensou em como seria mais culturalmente enriquecedor entender todas essas referências de uma forma prática? Isso é possível e muito divertido! Siga estes passos.


Os 5 passos para se iniciar na observação astronômica amadora

PASSO 1- Observar o céu noturno a olho nu e aprender a se localizar [saber onde é leste, oeste, norte e sul]. Para isso, pode usar uma bússola ou outros meios. Eu localizo o leste pelo lugar em que o sol nasce. Pesquise, leia, estude o assunto. Conheça os corpos celestes que são visíveis a olho nu.

PASSO 2- Baixe algum aplicativo de observação. Alguns que eu conheço são: 

Sky View; 

Star Walk;

Stellarium.

Com visual bem atraente, esses apps mostram o céu em tempo real e fornecem os nomes dos astros, das constelações e muitas outras informações, apenas apontando o celular para o céu. O ideal é que o celular tenha um sensor de bússola para que o app ache a sua localização precisa. Mas alguns podem funcionar bem sem esse recurso. E além desses três, existem diversos outros apps para essa função. Encontre um que se enquadra naquilo que você busca.

Também o site Solar System Scope tem sido de grande ajuda para mim. Ele mostra uma animação do sistema solar em tempo real, também podendo avançar para o futuro. Isso permite eu entender como os planetas se movem e saber a que hora da noite [ou da madrugada] determinado planeta estará visível. Outra vantagem é que não precisa nem baixar, basta acessar a página.

PASSO 3- Faça parte de uma comunidade de astronomia amadora, presencialmente ou virtualmente. Há vários grupos em redes sociais sobre esse assunto. Cadastre-se, siga, participe! E peça dicas aos membros mais experientes.

PASSO 4- Compre binóculos. No imaginário popular a astronomia depende exclusivamente de telescópios potentes e caros, mas isso é um engano. Para iniciantes e até para os mais experientes os binóculos são indispensáveis. Esse instrumento possui um campo de visão mais abrangente do que o telescópio, o que facilita muito a localização de objetos no céu. Além disso, é imensamente mais fácil de manusear e portar.

O que você pode ver com bons binóculos? Satélites, a Estação Espacial Internacional, a lua, planetas, cometas, asteroides, chuva de asteroides, estrelas, constelações, nebulosas e galáxias.


Lua, com binóculo 15X70


Lua, com binóculos 25x100.


Júpiter e três de suas luas visíveis.


Saturno e seu anel, com binóculo 20x80 + zoom da câmera.


A qualidade de cada foto acima depende não só do modelo de binóculo, mas também de um tripé para estabilizar o binóculo; além, é claro, das condições de observação [época do ano, horário, clima] e da qualidade da câmera fotográfica. Então, essas fotografias dão apenas uma noção de como é; podendo ser igual, mais nítido ou menos nítido do que isso, a depender de vários fatores. Com um binóculo 10x50 de boa marca já é possível observar ótimas imagens. Pesquise muito antes de comprar o seu binóculo. Existe bastante informação útil na internet para ler antes de comprar. E alguns vídeos também ajudam nessa escolha.

PASSO 5- Compre um telescópio. Esse passo é restrito para os amadores de longa experiência. Eu ainda não cheguei nessa fase, apenas acabei de me iniciar no passo 3. E se eu nunca comprar um telescópio, já me sentirei realizado se ficar um craque na observação com binóculos.


"Astronomia e Literatura" é uma proposta interdisciplinar que faço para incentivar a leitura dos clássicos da literatura, aprendendo na prática da observação astronômica amadora os significados das referências astronômicas e mitológicas encontradas em textos como epopeias, narrativas em prosa, poemas líricos etc. 

Incluem-se, nessas leituras, partes das biografias de filósofos e cientistas como Tales, Pitágoras, Galileu Galilei, Isaac Newton, Copérnico, Kepler, entre outros, focando em como eles fizeram suas descobertas científicas mais célebres. 

Este convite, a partir da observação astronômica, desperta a curiosidade para as leituras, reunindo os conceitos  indissociáveis de teoria-prática/prática-teoria, fazendo da aprendizagem uma experiência mais prazerosa e memorável para o resto da vida.

Os 5 passos enumerados acima mostram que essa proposta pode ser realizada com um considerável investimento financeiro [passo 5], ou com um moderado investimento [passo 4], ou quase nenhum investimento [passos 1, 2 e 3] - bastando apenas ter acesso à internet.