sábado, 23 de abril de 2022

Antigo Egito

De todas as civilizações antigas [fenícios, persas, gregos, romanos...] os egípcios são para mim os mais fascinantes. Obviamente a cultura greco-romana é de longe a mais influente em termos históricos. Todavia, as pirâmides do Egito são de longe os monumentos mais impressionantes e misteriosos que qualquer civilização já construiu. Além disso, os hieróglifos, desenhos, esculturas, templos, estátuas gigantes e a Grande Esfinge de Gizé são objetos lindíssimos e sem precedentes em todas as culturas ao redor do mundo.



 








A controvérsia da “raça egípcia”

Aplicar noções atuais de "raça" branca ou negra ao Antigo Egito é anacrônico. A história do Antigo Egito é milenar. Vários povos passaram e habitaram aquela região: fenícios [hoje sírio-libaneses], palestinos, hebreus, núbios, gregos, romanos, árabes etc.

Porém, em 2017, um estudo genético foi conduzido com amostras de 151 múmias do norte do Egito, que estavam enterradas no Cairo, que constituiu o primeiro dado confiável obtido dos antigos egípcios usando métodos de sequenciamento de DNA de alto rendimento. O estudo mostrou que os antigos egípcios têm grande afinidade com povos modernos do Oriente Médio. Ainda assim, essa amostra representa uma fatia pequena daquela população e a maioria dos acadêmicos rejeita a ideia de que o Antigo Egito era composto de um povo homogêneo. A cor da pele variava por região [Alto Egito, Baixo Egito e Núbia] e em eras diferentes cada um desses povos subiu ao poder.

Linguisticamente, o egípcio antigo é um idioma quase isolado, tendo algumas similaridades com línguas semíticas [Oriente Médio] e línguas berberes [norte da África ocidental].




 





Cronologia resumida

Faraó Quéops [2589 - 2566 a.C] – construção das pirâmides de Gizé

.

.

.

Rainha Nefertiti [1370 - 1330 a.C.]

Aquenáton [1352–1338 a.C.]

Tutancâmon [1341 - 1323 a.C.]

Ramsés II, apelidado Ozymandias [1279 - 1213 a.C.]

Dinastia núbia [povo negro, originário do atual Sudão]: 770 a 657 a.C.

Fundação de Alexandria: 331 a.C [por Alexandre, o Grande]: início da dinastia macedônica [período conhecido como Helenismo – disseminação da cultura grega]

Fim do reinado de Cleópatra: 31 a.C.  [última rainha macedônica, início da dominação romana]

Cristianização do mundo romano: a partir de 337 [destruição da biblioteca de Alexandria]

Expansão islâmica [árabes]: 632-661


Fonte: Widipédia [controvérsia racial, língua egípcia e cronologia]


Dica de leitura: A Pedra da Luz - Nefer, o Silencioso [clique no link para ler minha análise do livro]





Nenhum comentário:

Postar um comentário